Laminação Catamaran Tiki 38

posted in: Construção Tiki 38 | 0
Compartilhe!

Descreve a laminação do Catamaran Tiki 38 James Wharram com tecido de fibra de vidro sarjado 220 g/m² e resina epóxi. A última camada foi utilizado uma massa com epóxi com sílica coloidal, o aerosil, e microesferas, para resistência e impermeabilização.

Comecei por cima, como nem tudo na vida. Estava sozinho e pude manejar melhor desta forma. Primeiro foi a parte superior dos cascos, fiz um reforço em toda a borda e utilizei duas camadas de tecido.
Abaixo o primeiro módulo a ser laminado, na proa. Muita resina epóxi foi despejada nestes dois cascos de 12 metros.

Abaixo o teto da popa, próximo da cozinha, coitada, espremida no fundo do galpão.

Muita bagunça na “casa” para laminação. A instalação dos andaimes ocupou muito espaço de circulação. Morar no próprio galpão tem suas vantagens para maior concentração mas vira uma bagunça mais do que o normal algumas vezes.

Imediatamente após a cura inicial da resina foi recortado o excesso nos buracos das gaiútas.

Engenheiro de estruturas treme para esse andaime…aqui é radical, alto equilíbrio.

Deixei separado, cortado e numerado todo o tecido que ia nas diferentes partes do teto.

Laminação dos cascos Catamaran Tiki 38

Para a laminação dos cascos cortei 12,5 m de tecido e enrolei num cabo de vassoura para melhor aplicação.

Pedi ajuda para os universitários para a laminação. Em dois o procedimento é bem fácil, enquanto um segura o rolo de tecido o outro vai acomodando o tecido no casco previamente impregnado com resina epóxi. O Ari guerreiro me ajudou na laminação do casco de bombordo!

Abaixo a Ana com sua paciência yogui, nossa manipuladora oficial de resina epóxi.

Depois de laminado aguardei o tack time da resina ou fase durex e apliquei uma camada grossa de epóxi mais sílica coloidal e microesferas para resistência e fechamento de todos os espaços do tecido.

Para o casco de boreste outra vítima me ajudou, digo, amigo. Diogo, guerreiro, futuro construtor de algum catamaran por aí.

No último dia de laminação recebi a visita inesperada do Luis, direto do Rio de Janeiro para terras catarinenses, sempre prestigiando a construção deste brinquedo flutuante. E assim finalmente termino esta grande etapa divisora de águas.

 

 

 

 

Leave a Reply